PORTARIA Nº 22, de 18 de Abril de 2019

Torna pública a decisão de não incorporar o ocrelizumabe no tratamento das formas recorrentes de esclerose múltipla (EMR), no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS.

portaria22

Voltar